carlos 2Durante o seminário do Partido da República (PR), nessa quinta-feira (30), o ex-prefeito de Serra Talhada, Carlos Evandro, deu uma clara demonstração de que já ‘bateu o martelo’ em torno da pré-candidatura do advogado Waldemar Oliveira, a prefeito da Capital do Xaxado. O ex-prefeito, no entanto, vinha pregando o nome da sua esposa, Socorro Brito (PSB), como nome ideal para assumir a prefeitura. Mas, no evento, não economizou elogios a Waldemar Oliveira e disse que ele seria o melhor para governar Serra Talhada. Por outro lado, Socorro Brito não compareceu ao evento.

Veja também:   5 dicas para a saúde cardíaca, por Dr. Waldir

“Eu confio na capacidade na força e na garra deste excelente advogado reconhecido em todo Pernambuco, que será, com certeza; o melhor para a nossa terra para dirigir e assumir o comando para colocar Serra Talhada nos trilhos e no avanço do desenvolvimento”, declarou Carlos Evandro, sinalizando que já abdicou do nome de Socorro Brito na disputa de 2016.

NÃO É FÁCIL GOVERNAR SERRA TALHADA

Durante o breve discurso, o ex-prefeito aproveitou para fazer uma ‘mea culpa’ e admitiu que não era fácil administrar uma cidade do porte de Serra Talhada. Evandro fez uma retrospectiva da crise financeira que passa os municípios, e culpou a presidente Dilma Rousseff pelo cenário de aperto em que vivem os prefeitos.

Veja também:   Comerciante investe no público Infantil e Plus Size

“Não pensem que é fácil governar uma cidade como Serra Talhada. Hoje, para a infelicidade dos serratalhadenses, o FPM veio menor 24%. Colocam a culpa nos governantes, mas infelizmente quem quebrou o Brasil foi a presidente Dilma com esta política econômica desastrosa e que se reflete também no governo do Estado que passa dificuldades. Não conheço quem pague conta sem o dinheiro vir”, finalizou Carlos Evandro.