Publicado às 05h15 deste sábado (16)

Atualizado às 12h30 deste domingo (17)

Nessa sexta-feira (15), Marlene Alves Nogueira, 43 anos, entrou em contato com o Farol para pedir ajuda para o seu vizinho que está com um problema de próstata grave. Sebastião Jerônimo da Silva, 67 anos, conhecido como ‘Jacaré’, é morador da Rua da Aurora nº 41 no bairro do Alto bom Jesus, em Serra Talhada. Ele está muito doente, com dores intensas e precisa de cirurgia urgente.

Segundo Marlene Alves, ‘Jacaré’ está em uma situação tão difícil que já tentou até se matar, por não aguentar as dores e a falta de alimento em casa. “Ele já tentou até se enforcar, os vizinhos se reúnem para ajudar, o médico falou que ele precisa se operar com urgência para não se agravar e ele não tem condições de pagar a cirurgia”, explicou Marlene. Sebastião da Silva ainda fala do sofrimento de não conseguir dinheiro nem para um pedaço de carne. Já tem mais de um ano que ele sofre com dores e dificuldades financeiras. Sofre pela dor física e pela dor de não poder trabalhar para poder comprar seu alimento.

“Eu estou precisando da cirurgia, comida que eu não tenho, não sei quanto custa a cirurgia, mas queria ter pelo menos a comida, sinto muitas dores, fico passando necessidade, não tenho dinheiro para comprar uma carne, pra fazer pelo menos fazer um caldo para me dá força. Não aguento nem sair para procurar o médico, fico só deitado e sentado”, lamentou.

NETA SE PRONUNCIA

Neste domingo (17), Evelyni Ferreira, ligou para a redação do Farol, afirmando ser neta de Sebastião Silva, e contestando informações repassadas por Marlene Silva. Segundo ela, que reside em São Paulo, o avô não tentou se matar e a família vem tentando buscar uma solução para o problema.

Veja também:   Adeus, São João! Veja shows de encerramento na Estação do Forró

“Ela Marlene se equivocou, dizendo que o meu avô tentou se matar. Isso é mentira. Ele está acamado porque precisa fazer acompanhamento médico e trocar a sonda que utiliza, fazendo o percurso até o hospital a pés, por falta de transporte. Ele nunca tentou se matar. Ele sente dores, sim, por causa da gravidade do câncer. Estou vindo aqui pedir ajuda para cirurgia do meu avô, pois estamos tentando pelo SUS, desde o ano passado, e não conseguimos”, disse a neta, aproveitando para enviar o novo número para quem deseja ajudar com relação a cirurgia, e não com alimentação. O telefone é o 87 – 99966-3293 e fala com Maria, esposa de Sebastião, reforçou.