Dilema dilacerante entre Marília Arraes e Luciano Duque

Por Paulo César Gomes, professor, escritor, pesquisador, colunista do Farol de Notícias e apresentador da TV Farol

O partido Solidariedade em Pernambuco vive um dilema dilacerante, que coloca dois dos principais expoentes da legenda em um conflito de narrativas.

Onde um lado está a ex-deputada federal Marília Arraes e o deputado estadual Luciano Duque.

Enquanto Marília não se posiciona de forma oficial, já que a mesma não dá nenhum tipo de declaração em relação às eleições em Serra Talhada.

A neta de Arraes sequer falou sobre seu encontro com a prefeita Márcia Conrado que foi uma das vozes mais influentes na campanha vitoriosa de Raquel Lyra em 2022.

Veja também:   Luciano Duque destrava obras de abastecimento de água para ST

Naquele ano, boatos e mais boatos foram divulgados de que Marília teria destratado Márcia em sua residência. O fato é que esse episódio nunca foi bem esclarecido por ambos os lados.

No entanto, essa parece ser mais uma passagem do ‘retrovisor’ que já está sendo destruído pela ‘marreta’, conforme explicação de Sebastião Oliveira.

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

Se uma posição clara do Solidariedade sobre o embate na cidade, notícias são espalhadas diariamente por ‘marcistas’ e ‘duquistas’ nas redes sociais.

Veja também:   "Se o processo do PAA não vingar, alguém da Justiça vai ter que ser preso", diz Mourato

A reportagem apurou junto a um aliado de Luciano, que pediu anonimato, que o mesmo recebeu sinal verde de Marília até que uma decisão definitiva seja tomada.

“Luciano e Marília continuam mantendo diálogo. Ela já disse que Luciano pode colocar a campanha na rua até a decisão final”, declarou o duquista fervoroso.

Pelo andar da carruagem, serão as pesquisas que estão sendo feitas pelos partidos que poderá pôr fim a essa situação bastante embaraçosa capitaneada por Marília Arraes.

Nenhuma pesquisa oficial foi divulgada para aferir a reação da união do grupo de Sebastião Oliveira e Márcia Conrado, e o cenário da disputa com o nome de Luciano Duque.

Veja também:   Vereador da base de Márcia dará título de cidadã de ST a Marília

A expectativa é que até dia 06 de maio, data das comemorações da emancipação política de Serra Talhada, um levantamento estatístico seja divulgado. Até lá, teremos muita gente gastando ‘os dedos’ nas telas dos celulares.

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol pelo Instagram (clique aqui)