Publicado às 19h deste sábado (20)

Foto: Max Rodrigues/Farol

Algo que já aparentava estar praticamente resolvido ainda vem gerando polêmica em Serra Talhada. Os vereadores de oposição Pinheiro de São Miguel (Avante) e André Terto (Avante) voltaram a fiscalizar a feira de animais, esta semana, no novo local onde se encontra, às margens da PE-418, e não gostaram do que viram.

Em entrevista nesta sexta-feira (19), ao programa Falando Francamente, na TV FAROL no YouTube, a dupla disse que a cidade estaria perdendo a chance de arrecadar de R$ 500 mil a R$ 1 milhão por semana devido a precariedade do novo espaço, que recebeu da Prefeitura a garantia de fornecimento de uma estrutura completa [veja aqui e aqui].

“A feira do gado está um problema sério. Márcia [Conrado] é boa de conversa, mas está deixando a desejar, porque a feira do gado é para ter 40 currais para bovinos, têm os suínos que estão fazendo umas baias que não pode ficar no sol que morrem e os caprinos. Não tinha estacionamento, a gente pediu e já adquiriram um pedaço, 1 hectare, na chuva se colocar um caminhão lá não sai, não é viável. A feira hoje, os agricultores, os comerciantes de gado estão clamando uma ajuda. Lá não tem condições dos feirantes trabalharem”, disse André Terto, completando:

Veja também:   Empresário serra-talhadense é alvo da PF

“Hoje se não me engano tem 18 currais, se está deixando de arrecadar. Serra Talhada está deixando de rodar na cidade cerca de R$ 500 mil a R$ 1 milhão de reais por semana porque não tem estrutura e o pessoal de fora não está vindo. Eu falando com eles e cobrando, hoje lá na antiga tinha duas balanças, caprino e bovino, porque o marchante quando vai comprar o animal tem que pesar, não sei onde anda essas balanças , já fiz um requerimento hoje pedindo uma satisfação para me mostrar onde estão essas balanças, para montar para o cidadão trabalhar.”

PINHEIRO DE SÃO MIGUEL

“Eu verificando hoje conversei com o coordenador da Defesa Civil, estava lá que faz parte da secretaria, o Thiago Oliveira, e ele nos falou que faltou material, faltou madeira para que sirva para aquela estrutura, está em passos lentos, com poucos trabalhadores… Está uma obra muito devagar. Fui lá verifiquei de perto, tem 3 banheiros químicos, 4 ou 5 barraquinhas de alimentação ainda provisórias, uma estrutura precária, são 4 carregadeiras, só tem duas e esperamos que em breve tenha pelo menos os 40 currais, porque o transtorno foi grande na feira de animais, não estou vendo coisa que venha ter uma estrutura suficiente para ter uma feira digna, uma feira que movimenta muito dinheiro. Essa visita nossa foi importante, era um apelo dos comerciantes de lá, tivemos uma conversa com Márcio Oliveira, mas sinceramente tem muita coisa para melhorar.”

Veja também:   Marília Arraes reúne grupo político em Serra Talhada

ASSISTA À ENTREVISTA POLÊMICA DE PINHEIRO E ANDRÉ TERTO NA TV FAROL

 

“Não estou vendo coisa que venha ter uma estrutura suficiente para ter uma feira digna”, disse Pinheiro