ST vence etapa estadual do Prêmio Band Cidades Excelentes

O município de Serra Talhada foi um dos vencedores da 3ª edição do prêmio Band Cidades Excelentes – concedido pelo Instituto Aquila e o Grupo Bandeirantes de Comunicação – em duas categorias, na faixa populacional de 30 mil a 100 mil habitantes. As categorias vencedoras foram Infraestrutura e Mobilidade Urbana, e Cidades Excelentes 2023 na avaliação estadual.

O Prêmio Band Cidades Excelentes tem o objetivo de incentivar a melhoria da realidade dos municípios brasileiros, por meio da premiação de boas práticas da gestão pública. A iniciativa é direcionada a todos os municípios do país.

Veja também:   Motor de carro pega fogo na BR-232 em ST

Prefeita de Serra Talhada, Márcia Conrado avaliou o resultado da premiação. “Pra nós que fazemos a gestão de nossa cidade, é uma grande alegria saber que tivemos destaque nesta premiação, que é realizada com todos os municípios brasileiros. Ainda mais por termos ganhado em duas categorias: Cidades Excelentes e Infraestrutura e Mobilidade. Todas nossas equipes estão de parabéns, sobretudo os servidores que fazem nossa gestão. Esse reconhecimento é fruto de um esforço diário que fazemos para melhorar, a cada dia, a vida do serra-talhadense”, afirmou a prefeita.

Veja também:   Lava Jato queria prender Gilmar Mendes e Toffoli

A avaliação do Prêmio Band Cidades Excelentes é feita a partir da ferramenta IGMA, desenvolvida pelo Instituto Aquila.

A plataforma foi desenvolvida por meio de Inteligência Artificial, que a partir de algoritmos, consolidam os resultados de 67 indicadores em uma única nota final.

Os indicadores são construídos a partir de 6 pilares: Governança, Eficiência fiscal e Transparência; Educação; Saúde e Bem-Estar; Infraestrutura e Mobilidade Urbana; Sustentabilidade e Desenvolvimento Socioeconômico e Ordem Pública.

Para cada pilar, os municípios serão separados em 3 categorias de avaliação, de acordo com o tamanho da população local: menor ou igual a 30 mil habitantes, de 30 mil a 100 mil habitantes e acima de 100 mil habitantes.

Veja também:   CULTURA: 'Lei do Livro' virou página de ficção em ST, diz escritor serratalhadense