Suspeito cobra R$ 5 mil a mulher de ST após hackear fotos íntimas em celularUma serra-talhadense moradora do bairro São Cristóvão foi vítima de uma extorsão e prestou queixa na Delegacia de Polícia Civil no último dia 26 de abril.

Ela contou que um suspeito lhe cobrou R$ 5 mil para não divulgar fotos íntimas ele teria conseguido hackear ao conseguir acesso ao celular da vítima.

O criminoso entrou em contato com a serra-talhadense por volta das 10h após a vítima tentar fazer uma antecipação de FGTS via aplicativo Nubank.

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

Depois de três dias, um suposto atendente do banco entrou em contato com a vítima via Whatsapp falando sobre a operação de antecipação que a cliente havia tentado fazer.

Veja também:   Serra-talhadense tenta levar R$ 20 mil em ST e acaba em golpe

Durante a conversa, o golpista pediu a serra-talhadense para confirmar seus dados bancários e disse que ela teria que realizar uma transação bancária para reativar sua conta.

O suspeito começou pedindo à vítima um pix de R$ 200. Mas a enganação se aprofundou de tal maneira, que ele conseguiu enrolar a serra-talhadense até ela transferir R$ 2.100.

Depois que percebeu o golpe já era tarde. A vítima quis desligar e disse que iria acionar a polícia. Foi quando ouvir do golpista que ele havia tido acesso a fotos íntimas em seus celular. E caso ela lhe denunciasse, iria expor as fotos na internet.

Veja também:   Suspeito se apresenta como Elon Musk e engana vítima de ST