Da Folha de PE

A Polícia Civil de Alagoas confirmou, nesta terça-feira (7), a prisão de três pessoas possivelmente envolvidas no furto ao apartamento de Carlinhos Maia, na orla de Cruz das Almas, em Maceió. Os suspeitos, segundo a investigação, estavam hospedados em um hotel de luxo ao lado do prédio do influenciador digital.

De acordo com informações iniciais, a polícia cumpriu mandados judiciais de prisão preventiva, e a ação foi iniciada ainda durante a madrugada. As informações são do R7.

Um dos suspeitos, natural da Paraíba, está preso na Central de Flagrantes no bairro Pinheiro. Os outros dois foram levados à sede da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro de Santa Amélia.

O apartamento onde Carlinhos Maia mora com o marido, Lucas Guimarães, foi invadido no dia 29 de maio. Após o episódio, o influenciador revelou que os bens furtados somam R$ 5 milhões, entre joias, relógios de luxo e dinheiro, além de mochila de grife.

No momento da invasão, Carlinhos Maia estava internado em um hospital de Aracaju, em Sergipe, onde se recuperava de um procedimento estético. Já Lucas estava fora do Brasil, cumprindo agenda de trabalho em Cancún, no México.

Os suspeitos não arrombaram a porta da frente do apartamento e teriam usado a senha para entrar no local.

Veja também:   Maria Arraes faz giro pelo Sertão durante festejos