Do Diario de Pernambuco

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciará nos próximos dias as retiradas das tropas do Iraque e do Afeganistão, informou na terça-feira uma fonte do governo americano.

O alto funcionário afirmou aos jornalistas que viajavam com o presidente que um anúncio sobre o Iraque deve acontecer nesta quarta-feira e outro sobre o Afeganistão nos próximos dias.

Durante uma reunião em agosto em Washington com o primeiro-ministro iraquiano, Mustafa al Kazimi, Trump disse que as tropas sairiam do Iraque, mas não revelou um cronograma.

O encontro aconteceu em um momento de aumento dos ataques a alvos americanos por combatentes pró-Irã e quando o governo iraquiano era pressionado para expulsar os quase 5.000 soldados americanos presentes no país como parte dos esforços antijihadistas.

O exército americano se retirou do Iraque em 2011 e manteve apenas uma pequena missão vinculada a sua embaixada.

Mas forças adicionais foram mobilizadas alguns anos depois para apoiar o Iraque em sua luta contra o Estado Islâmico (EI), que executou uma ofensiva devastadora em meados de 2014.

No Afeganistão 8.600 soldados americanos estão presentes atualmente, segundo um acordo bilateral assinado em fevereiro entre Washington e os talibãs.

O Pentágono afirmou em agosto que a meta era reduzir a menos de 5.000 soldados com o avanço das negociações de paz afegãs.

Sob o acordo entre Estados Unidos e os talibãs, todas as tropas estrangeiras devem deixar o país até a primavera (hemisfério norte, outono no Brasil) de 2021.

Trump, que está atrás do rival democrata Joe Biden nas pesquisas para a eleição presidencial de 3 de novembro, havia prometido previamente o retorno das tropas para casa.