Vereador Zé Raimundo sofre ameaças de morte

Após anunciar que era contra o aumento das tarifas de moto-táxis, sugerindo a criação de uma audiência pública para debater o assunto, o vereador Zé Raimundo recebeu, nesta quinta-feira (30), duas ameaças de morte, por telefone.

Segundo o vereador, as ligações para o seu celular partiram de telefones públicos, onde, um dos “TPs”, ficaria localizado no bairro do Alto da Conceição. Tranquilo, o petebista informou que não iria abrir mão em defender a realização da audiência pública sobre o tema.

“Não tenho medo. Meu único temor é a Deus, a quem me curvo todos os dias. Todo mundo sabe onde me encontrar e  essas ameaças anônimas não irão me intimidar”, declarou Zé Raimundo. O vereador disse ainda que não foi bem entendido por alguns mototaxistas e que, em nenhum momento, disse estar contra os direitos fundamentais da categoria.

Veja também:   Caixa vai cobrar tarifa pix a partir de julho

“Estou para defender os direitos da categoria, que diariamente tem reclamado da falta de ação do governo. Exigiram tudo dos profissionais e não deram a contrapartida necessária. Hoje, tem muita gente andando irregular”, declarou, afirmando que o direito dos usuários também precisam ser respeitados.

Um Projeto de Lei já se encontra na Câmara para regulamentar muita coisa sobre os serviços de moto-táxis. Entretanto, o assunto polêmico do preço das passagens sequer  foi levando em consideração. “Repito que desejo ouvir a todos. Principalmente os moto-taxistas. E não vou me intimidar com ameaças. Seguirei em frente”.

Veja também:   Cobrança extra na conta de energia elétrica terá redução a partir de 1º de fevereiro

O projeto está tramitando, no entanto, não há uma data marcada para realização da audiência pública, uma vez que a  Câmara Municipal entrou em recesso.