Na última semana Serra Talhada registrou três óbitos de idosos com testes confirmados positivos para Covid-19.

Todos os casos ocorreram com pessoas acima de 75 anos, com comorbidades e que não tinham o esquema vacinal completo para a doença.

O óbito de número 213, desde o início da pandemia em 2020, foi registrado no dia 28 de novembro com um idoso de 77 anos, morador do distrito de Santa Rita, na zona rural, que faleceu no Hospital Eduardo Campos (HEC). Ele era hipertenso e havia tomado apenas três doses da vacina.

O segundo caso registrado foi no dia 30 de novembro, com um idoso de 86 anos, morador do bairro Alto do Bom Jesus, que era hipertenso e tinha fibrilação atrial. E não possuia registros de vacinação.

Veja também:   Governo cria regra para barrar entrada individual no Bolsa Família

Contabilizando 215 mortes por Covid-19 no município, a Secretaria de Saúde confirmou nesta terça-feira (5) o óbito de uma idosa de 86 anos, moradora do bairro Alto da Conceição, que era hipertensa e tinha Insuficiência Cardíaca Crônica. A senhora havia tomado apenas duas doses do imunizante.

ALERTA DA XI GERES

De acordo com a a diretora da XI Geres, Karla Milene Cantarelli, Serra Talhada conta com 18 leitos de UTI e enfermaria reservados para o isolamento de pacientes com Covid no Hospital Eduardo Campos e no Hospital Professor Agamenon Magalhães (Hospam).

Em entrevista ao Programa Falando Francamente nesta segunda-feira (4), Karla comentou que destes leitos da Covid 50% estão ocupados. E alertou aos jovens e adultos que têm idosos em casa para retomar os cuidados de isolamento, higiene e uso de máscara para evitar possíveis contaminações. (Releia a matéria completa)

Veja também:   Saiba quais os 2 sentimentos comuns mais venenosos para a saúde

SAIBA COMO SE VACINAR

A reportagem do Farol de Notícias também entrou em contato com a Secretaria de Saúde para saber como a população serra-talhadense deve proceder para atualizar sua carteira de vacinação contra a Covid-19.

De acordo com Tamires Brandão, secretária executiva de saúde toda a população pode buscar o posto de saúde de seu bairro ou o PNI, localizado na Rua Comandante Superior, ao lado do Centro Municipal de Saúde.

“A população pode ir de segunda a sexta, pela manhã ou à tarde, no posto de saúde ou no PNI com RG, CPF, cartão do SUS e caderneta de vacinação. Toda a população pode ir se vacinar, crianças a partir de 6 meses até idosos. Dependendo do grupo tem mudança no esquema”, detalhou a gestora exemplificando as variações de doses de vacinas:

Veja também:   País divulga a lista de nomes de bebês proibidos após 2023

“As vacinas que temos é a Pfizer baby: 6 meses a 4 anos 11 meses e 29 dias; a Pfizer pediátrica: de 5 anos até 11 anos 11 meses e 29 dias; a Pfizer adulto: a partir de 12 anos (adulto e gestantes); a Bivalente: acima de 18 anos; e a Bivalente é reforço (quem tomou 2 doses monovalente)”.