Dr. Waldir Tenório, presidente municipal do Solidariedade - Foto: Farol de Notícias / Manu Silva
Dr. Waldir Tenório, presidente municipal do Solidariedade – Foto: Farol de Notícias / Manu Silva

O Programa do Farol deste sábado (13) recebeu o médico cardiologista e presidente municipal do partido Solidariedade, Dr. Waldir Tenório. Na pauta, eleições municipais de 2024 em Serra Talhada.

Questionado pela bancada faroleira, Giovanni Filho, Paulo César Gomes e Cornélio Pedro, Dr. Waldir enfatizou sua postura obediente às determinações da sigla.

Segundo ele, a prioridade do Solidariedade em Serra Talhada é eleger vereadores. “Foi me dado essa missão. ‘Waldir eu preciso que a gente monte uma chapa, organize e vá brigar por pelo menos dois vereadores’. E é isso que a gente está fazendo”, afirmou Tenório.

Veja também:   Duque avalia salto na rejeição de Márcia em pesquisa

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

Waldir Tenório comenta silêncio de Marília em ST
Dr. Waldir comenta conversa entre Luciano Duque e Marília Arraes – Foto: Farol de Notícias / Manu Silva

Se referindo diretamente as palavras de Marília Arraes sobre a pré-candidatura a prefeito, Dr. Waldir disse que está cumprindo as ordens da liderança do Solidariedade e evitando polêmicas. Segundo ele, Marília sinalizou condições ao deputado estadual Luciano Duque e que ‘talvez não caminhasse com ele’.

“Eleições municipais majoritárias? ‘Waldir, aguarda que a gente está resolvendo aqui em cima’. Marília me pediu para aguardar e não entrasse em polêmica diretamente. Até porque a gente tem o perfil da nossa vice-presidente, é um perfil de diálogo. Então, ela já dialogou com o deputado [Luciano Duque] lá atrás. Já botou na mesa quais são as condições que existiriam, e porque, talvez não caminhasse com ele”.

Veja também:   Em Recife, Marília Arraes 54% e João Campos 46%

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol pelo Instagram (clique aqui)