Adolescentes de ST querem mudar o Brasil

Publicado às 05h45 desta sexta-feira (30)

Os brasileiros estão ansiosos para decidirem o destino do país por meio das eleições de 2022, que acontecerão neste domingo (2). De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a obrigatoriedade do voto é a partir dos 18 aos 70 anos, para eleitores alfabetizados; sendo facultativo o alistamento eleitoral e o voto para maiores de 16 e menores de 18 anos; maiores de 70 anos; e analfabetos; apesar da não obrigatoriedade, em conversa com o Farol de Notícias, nesta quarta-feira (28), adolescentes serra-talhadenses revelaram que  irão às urnas exercer seu direito de voto. 

Nessa terça-feira (27), O Farol de Notícias já havia conversado com as idosas que, apesar de mais de 80 anos, irão exercer seu direito à cidadania [relembre aqui]; e com os jovens não tem sido diferente. Nessa quarta-feira (29), o  ouvimos alguns adolescentes de Serra Talhada que irão às urnas, mesmo estando desobrigados pela idade. 

Veja também:   O 'Moreninho da Rua 15' e a amizade em ST

Audicélio Vinícius da Silva Menezes, 17 anos, votará pela primeira vez

Adolescentes de ST querem mudar o Brasil“Eu decidi votar mesmo sem ter os 18 anos, para garantir uma melhor educação para o nosso Brasil, e fazer a escolha certa. Escolher alguém que possa administrar o país como nós queremos. Estou muito ansioso, porque vai ser a primeira vez, na primeira vez a pessoa fica ansioso, mas na segunda… Espero que seja uma boa escolha, que eu vote na pessoa certa. Antes de votar no candidato, eu tenho que saber as ideias dele e o que ele está oferecendo para a gente”.

Veja também:   Caso Henry Borel: defesa de Monique entra com pedido de liberdade no STF

 

Priscila de Araujo Souza, 17 anos, pela primeira vez irá às urnas

Adolescentes de ST querem mudar o Brasil

“Para contribuir com a nossa comunidade e votar no justo e no certo. Com meu voto, eu posso votar na pessoa certa, justa, e que possa contribuir para o nosso país. Estou muito ansiosa, é a primeira vez que eu vou votar, então é sempre novidade”.

 

Ítalo Barbosa Dias, 18 anos, saiu do grupo do voto facultativo, mas votará pela primeira vez

Adolescentes de ST querem mudar o Brasil“Decidi votar porque eu acredito que o meu voto, assim como o voto de todos, pode mudar o país e levar a gente para a frente. Minhas esperanças são que as coisas mudem. Eu escolhi um candidato que possa me proporcionar aquilo que eu quero, que eu vi que ele fez. Eu acredito que uma das principais mudanças é a questão da saúde, que a saúde pode mudar. Muitos estados também merecem receber uma educação melhor do que hoje. Acredito que o mercado de importação, no Brasil, pode melhorar também. Pretendo me formar em história, porque eu gosto muito de história, e história sempre envolve política. Isso da política sempre é bom, em todas as ocasiões, quando você vai votar, fazer um simulado, uma prova. Eu não estou muito ansioso. Eu só estou ansioso pelo resultado. Acredito que quem eu vou votar, pode vir a ganhar; e se não ganhar, não tem problema também”. 

Veja também:   Idosos recebem imunização contra H1N1