rodrigo e augusto.2JPGApós matéria veiculada no FAROL, o deputado Augusto César, do PTB, pediu atenção do Governo do Estado, nesta quarta (3), para realizar melhorias na Cadeia Pública de Serra Talhada. O apelo foi ratificado pelo deputado Rodrigo Novaes, do PSD. Augusto César informou que a juíza da comarca local, Flávia Fabiane Nascimento Figueira, determinou um prazo de quatro meses para que sejam feitas obras de reforma no prédio, que abriga cerca de 130 detentos. Caso contrário, será determinada a transferência dos presos para a cidade de Arcoverde.

Veja também:   Casal morre após colidir moto em cavalo

De acordo com o parlamentar, há informações de que a comida servida aos aprisionados é levada por parentes, e que faltam condições de higiene e saneamento. O petebista fez alerta sobre os transtornos para os detentos, seus familiares e a população em geral caso os presos sejam transferidos.

Augusto César disse, ainda, que existem outros espaços públicos de responsabilidade do Estado em situação precária, ou com obras paralisadas no Interior. Ele citou o caso da base do Corpo de Bombeiros de Serra Talhada, criticando o que chamou de sinais das dificuldades da administração estadual.

Veja também:   Elon Musk chega à sede do Twitter com uma pia e faz trocadilho

Rodrigo Novaes reforçou o apelo e pediu intervenções urgentes na Cadeia Pública de Serra Talhada. Ele ressaltou, também, o prazo estabelecido na determinação judicial e apontou a baixa qualidade da estrutura do prédio e precariedade de manutenção dos presos no local.

Segundo o deputado, a situação é ainda pior em Floresta, no Sertão do São Francisco, onde a cadeia está fechada, e os prisioneiros são levados para cidades como Belém do São Francisco, Petrolina e Arcoverde. Por outro lado, Novaes parabenizou a administração estadual pelas novas instalações da Delegacia de Polícia de Floresta, que classificou como moderna e bem equipada.

Veja também:   Shopping Serra Talhada celebra três anos com programação especial

com informações da Alepe