Bolsa Família inicia desbloqueio de unipessoais em abril
Moradia GRATUITA dentro do Bolsa Família; veja como se livrar do aluguel (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

Do Ache Concursos

Excelente notícia para as famílias unipessoais do Bolsa Família! Vem aí uma nova rodada de desbloqueio de benefícios para quem fez a atualização do Cadastro Único até o dia 15 de março.

Nos próximos dias, a Caixa e o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) irão processar os dados das famílias unipessoais que foram convocadas a fazer a atualização cadastral em 2024.

Esse público teve o benefício bloqueado até que procurasse um CRAS para atualizar as informações do seu Cadúnico e agora poderá receber as parcelas retroativas no mês de Abril.

Quem vai ter o Bolsa Família desbloqueado em Abril? Serão desbloqueadas as famílias unipessoais que atualizaram os dados após o dia 10 de fevereiro e antes de 15 de março.

Como saber se meu Bolsa Família foi desbloqueado?

As famílias que fizeram a atualização cadastral dentro do prazo mencionado acima poderão consultar a situação do benefício após o fechamento da folha de Abril.

Veja também:   Bolsa Família começa a ser pago e atinge valor médio de R$ 672,45

Conforme o calendário do MDS, os dados serão processados entre os dias 06 e 08 de abril, com a atualização do aplicativo Bolsa Família e Portal Cidadão Caixa iniciando a partir de 09 de abril.

Contudo, existe outra forma de descobrir se o Bolsa Família foi desbloqueado antes desta data: consultando pelo Whatsapp do Bolsa Família.

Isso porque, os operadores têm acesso aos dados do MDS durante o processamento das informações, ou seja, antes do fechamento da folha de pagamento.

Assim, muitos beneficiários já estão conseguindo consultar se o Bolsa Família aparece desbloqueado para o mês de Abril.

O MDS ressalta que a mensagem no extrato pode ser exibida antes ou depois da data indicada. Portanto, ela deve ser usada como uma referência para a família realizar a consulta no aplicativo.

Bolsa Família liberado em abril

Desde a última sexta-feira, 15, a Caixa realiza processamentos operacionais dos programas Bolsa Família e Auxílio Gás no Sistema de Benefícios ao Cidadão (SIBEC). O retorno do módulo de consulta do SIBEC está previsto para retornar às 13h da segunda-feira, 18.

Veja também:   Caixa Tem libera saque de R$ 900 ao longo desta semana

Ainda, no sábado (16), a Caixa realizou a extração da base do Cadúnico para reflexo na folha de pagamento de Abril.

Dessa forma, os beneficiários que atualizarem seus cadastros após o dia 16/03 terão o benefício desbloqueado apenas na folha de Maio. O prazo limite para atualizar os dados vai até 12 de abril.

A retirada de pendência do Bolsa Família pode ocorrer em dois casos:

Bolsa Família bloqueado – após a retirada de pendência o desbloqueio do benefício será automático;
Bolsa Família cancelado – após a retirada de pendência, o município poderá, na sequência, reverter o cancelamento pelo motivo “Fim de restrição específica”.

Bolsa Família: Como sacar as parcelas atrasadas?

É importante ressaltar que o beneficiário só poderá sacar as parcelas bloqueadas, retroativas aos meses anteriores, quando resolver as pendências dentro do prazo e for considerado novamente como elegível, conforme as regras do programa.

Veja também:   BRASIL: Bispo diz que Bolsa Família não ataca as causas da pobreza no Brasil

Após o status do benefício voltar a aparecer como Liberado, a família poderá sacar as parcelas anteriores sem precisar aguardar o início do novo calendário.

Segundo o MDS, as parcelas atrasadas do Bolsa Família estarão disponíveis no Caixa Tem, com o dinheiro creditado automaticamente na conta bancária onde o beneficiário recebe os valores mensalmente.

Porém, emm alguns casos a consulta pode mostrar o pagamento liberado, mas as parcelas retroativas do Bolsa Família não foram depositadas no Caixa Tem.

Assim, a recomendação é que o beneficiário que teve alguma parcela anterior desbloqueada realize o saque na agência da Caixa ou lotérica utilizando:

  • Cartão amarelo do Bolsa Família;
  • Cartão Cidadão; ou
  • Documento de identificação com foto.

Importante: alguns beneficiários relataram que não foi possível sacar o dinheiro com o cartão verde e amarelo do Auxílio Brasil. Nesse caso, procure orientação na agência da Caixa.