Do Diario de Pernambuco

Eleito no domingo presidente do Chile, aos 35 anos, Gabriel Boric entra para a lista dos governantes mais jovens do mundo:

– San Marino: Giacomo Simoncini, atualmente o governante mais jovem de um país, se tornou em outubro, aos 26 anos, um dos capitães-regentes deste microestado localizado na península italiana.

– Kosovo: a jurista reformista Vjosa Osmani foi eleita presidente em abril, aos 38 anos.

– Geórgia: o primeiro-ministro Irakli Garibashvili assumiu em fevereiro, também com 38 anos.

– Finlândia: a primeira-ministra social-democrata Sanna Marin chegou ao poder em 2019, aos 34 anos.

– El Salvador: o presidente Nayib Bukele assumiu o poder em 2019, aos 37 anos.

Veja também:   Tentativa de assalto termina com um preso e outro ferido no Pajeú

– Andorra: Xavier Espot Zamora se tornou chefe de Governo em 2019, aos 39 anos.

– Costa Rica: o presidente Carlos Alvarado foi eleito em 2018, aos 38 anos.

– Nova Zelândia: Jacinda Ardern assumiu como primeira-ministra aos 37 anos em 2017.

– França: Emmanuel Macron foi eleito em 2017 e se tornou o presidente mais jovem da República Francesa, à frente do primeiro deles, Louis-Napoléon Bonaparte (40 anos em 1848).

Do lado das monarquias constitucionais, o rei do Butão, Jigme Khesar Namgyel Wangchuck, chegou ao poder com 26 anos em 2006.

Sem contar as democracias, Mahamat Idriss Deby Itno sucedeu o pai à frente do Chade em abril, aos 37 anos.

Veja também:   Ladrões fazem arrastão no bairro AABB; só ar-condicionados levaram sete

No Mali, o coronel golpista Asimi Goita se tornou em maio o presidente da transição aos 38 anos.

O emir do Catar, Tamim bin Hamad Al Thanim, subiu ao trono em 2013, aos 33 anos.

O dirigente norte-coreano Kim Jong-un, provavelmente nascido em 1983 ou 1984, tinha menos de 30 anos quando sucedeu o pai em 2011 à frente da única dinastia comunista do mundo.