Crime no Pajeú foi após discussão banalA atuação do Delegado Edson Augusto e equipe foi determinante para a prisão da dupla que matou com requintes de crueldade Adeilton Estevam da Silva (Foto) na noite da última quarta-feira, em Santa Trerezinha, Sertão do Pajeú.

Segundo o Delegado, falando à Rádio Pajeú, a dupla executou Adeilton após uma discussão banal, só porque ele falou alto. “Esperaram dormir e o mataram com golpes na cabeça de uma bengala de moto, espécie de barra de ferro, e um caibro. Foram pra Imaculada (PB) e depois se esconderam numa antiga prensa em Santa Terezinha”.

Veja também:   País de Gales relata queda nas emergências da Covid-19

Segundo o Delegado, na manhã de ontem, se apresentaram espontaneamente a policiais militares. Como as diligências não foram ininterruptas, eles livraram o flagrante.

Receba as manchetes do Farol em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

Aí houve a ação do Delegado, que pediu a prisão preventiva, possível porque houve atendimento do Juiz Plantonista de Sertânia. A Juiza Tayná Prado está de licença. O MP também se manifestou pela procedência da prisão preventiva. Passaram por audiência de custódia e segue, presos.

Do Blog Marcello Patriota

Veja também:   Atletas africanos mantêm hegemonia na corrida e vencem provas feminina e masculina