Fotos Celso Garcia/Farol de Notícias

Publicado às 13h18 desta segunda-feira (13)

Desde 2008, após Santo Antônio lhe conceder um milagre, Expedita Barbosa de Lima, 92 anos, uma mulher muito amada pelos amigos e familiares e devota fervorosa do santo, realiza 13 noites de novenas na sua residência na Rua José Alves da Silveira Lima como forma de agradecimento e adoração. (relembre aqui)

Em 2020, com a pandemia, a devota não pôde ter a tão esperada festa de Santo Antônio, mas a novena foi feita de forma online, toda transmitida ao vivo pelas redes sociais. Em 2021 ela pediu para que não fosse online, que ela ia fazer em casa, com poucas pessoas e distanciamento e este ano realiza a última noite da novena, nesta segunda-feira (13) presencial, com cerca de 25 pessoas, mas com a mesma fé, amor e devoção.

”Como prometi que enquanto estivesse viva festejava Santo Antônio do dia 1º ao dia 13 de junho e hoje é o último dia. Estou fazendo essa novena com muita fé, devoção e gratidão porque realmente acredito nesse ser maravilhoso. Estamos rezando entre 20 e 25 pessoas, meus amigos, 16h porque não devemos fazer multidão”, disse Dona Expedita emocionada e acrescentou:

”Estou muito feliz por rezar a novena esse ano, agradecendo a Santo Antônio e a todos que comparecem. Sinto muita falta de quando fazia uma grande festa com mais de 450 pessoas, e até gostaria de fazer como antes, porque minha novena era animada, animava as crianças. Se pudesse, fazer tudo de novo, mas fico feliz de relembrar e contar essa história e estou satisfeita com o que posso fazer”.

TESTEMUNHO DE MILAGRES

”Já reunimos até mais de 450 pessoas, mas devido a pandemia 2 anos fizemos online e esse ano a tarde com poucas pessoas. Rezamos o terço, o primeiro mistério é dedicado às mulheres que fizeram a promessa, o segundo dedicamos às pessoas que vêm pela primeira vez, o terceiro convidamos 3, 4, 5 pessoas para rezar as Aves Marias e Pai Nosso e o quinto mistérios, rezo de joelho junto com ela, ela na cadeirinha e eu me ajoelho perto dela. É uma promessa que fiz, da minha aposentadoria, que graças a Deus e a Santo Antônio fomos validos”, detalhou Benjamin, filho adotivo de Dona Expedita, E quem coordena o terço e faz a ornamentação do andor há 8 anos.

Veja também:   Idoso é espancado até a morte por três jovens, crime planejado por adolescente

Todos os anos, durante o novenário, há um momento de testemunhos dos fiéis que tiveram promessas alcançadas. Dona Expedita compartilhou com o Farol um testemunho de uma devota que o dinheiro do mês sumiu, procuraram e não encontraram, chegaram a pensar na hipótese de roubo, mas após rogar a Santo Antônio o dinheiro foi encontrado na sacola do lixo.

”Muitas pessoas vêm dar o testemunho, pessoas que faz a promessa com fé sempre alcançam por isso que tenho muita fé e avalio que todas as pessoas que também têm fé receberão muitas vitórias. Fico muito feliz de ajudar as pessoas terem fé e esperança porque sem fé a vida fica difícil”, disse Dona Expedita, com os olhos marejando em lágrima de emoção.