Publicado às 17h51 desta sexta (10)

Diante o silêncio da Polícia Civil frente aos crimes de homicídio que vem ocorrendo em Serra Talhada [veja o levantamento], a família de Maycon dos Santos Silva, 24 anos, brutalmente assassinado no final de março [relembre], acionou o Farol nesta sexta-feira (10) para desabafar e clamar por justiça.

A esposa de Maicon, Mariana Ferreira, de 24 anos, ficou indignada ao saber que uma equipe especial foi designada para apurar o assassinato do vereador Zé Diga Gaia [veja aqui], enquanto o caso do seu marido segue sem informação de suspeitos.

Maicon dos Santos foi morto próximo à estrada que leva ao distrito de Bernardo Vieira, na zona rural, juntamente com o amigo Benjamin Soares, de 56 anos. Os corpos quando encontrados tinham sinais de tortura. “Quero saber se vocês podem fazer uma matéria sobre o caso, já faz mais de dois meses e nenhuma resposta da policia”, lamentou Mariana Ferreira, clamando:

“Nem o resultado do laudo perícia nós da família tivemos acesso, a indignação é grande, pois em uma semana do caso do vereador só faltou acionarem o FBI, enquanto sobre Maicon e Benjamim a polícia só diz que não tem informação concreta”.

O QUE DIZ A POLÍCIA CIVIL

O Farol tem tentado contactar o delegado local, Alexandre Barros, para concessão de entrevista visando o esclarecimentos de casos e o andamento de investigações. Porém, não temos obtido retorno. Insatisfeitos com a situação, os familiares de Maycon começaram uma campanha nas redes sociais em busca de informações sobre o caso. Veja abaixo.

 

Veja também:   Euforia entre vendedores de milho em ST