Publicado às 18h11 desta quarta-feira (9)

Foto: Arquivo Farol

Lamentavelmente Serra Talhada já registra 7 assassinatos e um feminicídio, somando 8 casos de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) em apenas 5 meses do ano. Destes, dois casos brutais que chocaram a cidade, o duplo homicídio de Maycom dos Santos Silva, 24 anos, e Benjamin Soares da Silva, 56, ainda no mês de março, continuam sem resolução [relembre].

Um dos casos, do assassinato do vereador Zé Dida Gaia [relembre], irá precisar de reforço. Um Grupo de Operações Especiais (GOE) de fora já está trabalhando em Serra Talhada apurando pistas que levem aos assassinos do vereador [veja aqui]. Até agora, apenas uma prisão foi efetuada. Falamos do 1º feminicídio de 2022 [relembre] que vitimou a moradora do Bom Jesus, Maria das Dores, de 50 anos. O Farol tem tentado contato com o delegado local, Alexandre Barros, para saber sobre o andamento destas e outras investigações ainda sem resolução, mas não temos obtido retorno.

Veja também:   Saiba programação do polo Cultura Viva e Feira Livre