No passado, para cursar medicina numa universidade pública ou privada o estudante teria que deixar Serra Talhada e migrar para a Capital. O cenário agora é outro.

Na última terça-feira (27) 20 alunos do curso de medicina da Universidade de Pernambuco (UPE), que funciona nas dependências da Faculdade de Formação de Professores de Serra Talhada (Fafopst), se reuniram com os professores para celebrar um ano de atividades na capital do xaxado.

Ainda falta muito para estruturar o curso, mas os caminhos já estão abertos. A próxima etapa é a construção da sede própria. O curso de medicina foi um reivindicação dos deputados Inocêncio e Sebastião Oliveira.

Veja também:   FOTO NOTÍCIA: Estação do Forró foi palco da 'Festa da Vitória' de Leão e Sebastião

FOTOS: ALEJANDRO GARCIA / FAROL

medicina

medicina 3

MÉDICOS LUIZ PINTO E CLÓVIS CARVALHO, ENTUSIASTAS DO CURSO DE MEDICINA
MÉDICOS LUIZ PINTO E CLÓVIS CARVALHO, ENTUSIASTAS DO CURSO DE MEDICINA
DRª JOSILDETE LORENA, UMA DAS PROFESSORAS DA UPE
DRª JOSILDETE LORENA, UMA DAS PROFESSORAS DA UPE