edinaldo gomesCinco meses após o assassinato do moto-taxista, Carlos Afonso dos Santos, que trabalhava realizando o transporte de passageiros na Praça Sérgio Magalhães, no centro de Serra Talhada, a Polícia Civil conseguiu identificar o autor do crime, dando voz de prisão a Edinaldo Fernandes da Silva Gomes. Após cruzamento de informações, uma equipe de investigadores, coordenada pelo delegado Olegário Filho, viajou até o município vizinho de São José do Belmonte onde interrogou o rapaz, que assumiu a autoria do homicídio.

De acordo com o comissário de polícia Cornélio Pedro, Edinaldo Gomes admitiu ter matado a tiros o moto-taxista por motivos passionais. “Em seu depoimento ele disse que a vítima havia dado em cima da esposa dele e soltado piadas. Daí arquitetou todo o assassinato, quando se fingiu de passageiro para encaminhar a vítima até o sítio Pitombas, onde o crime foi consumado”, detalhou o policial, em conversa com o FAROL.

Veja também:   Bandidos usaram pistola 380, diz polícia; homem é morto a tiros no bairro São Cristóvão

Além do assassinato de Carlos Afonso dos Santos, o acusado também responde por assaltos a mão armada na região. De acordo com os investigadores da Polícia Civil, foi possível identificar o autor do crime através da coleta das digitais do assassino presentes no capacete da vítima. Os policiais também encontraram os documentos de Edinaldo Gomes no local da execução. Participaram da investigação que culminou na prisão de Edinaldo Gomes os agentes Cornélio Pedro, Adriano Teixeira e Lauro Cardoso.

RELEMBRE O CASO

Veja também:   Homem que tentou matar advogado à pauladas em ST vai passar por perícia

O crime que vitimou o moto-taxista aconteceu no dia 18 de setembro, por volta das 9h na estrada que leva ao sítio Pitombas, na zona rural do município. Na época, testemunhas relataram aos investigadores que ouviram três disparos de arma de fogo. E que, minutos depois, o mototaxista, mesmo ferido, bateu na porta de uma das casas próximas ao local do crime para pedir ajuda. Carlos Afonso ainda chegou a ser levado para o Hospital Agamenon Magalhães (Hospam) numa viatura da Polícia Civil, mas não resistiu.

Veja também:   Serra-talhadense vai para Presídio de Salgueiro

Leia mais: VIOLÊNCIA: Mototaxista é assassinado com vários tiros em Serra Talhada