Márcia volta a dizer que flagrou escola de taipa em ST
Márcia ao lado de Raquel Lyra em evento no último dia 5 de fevereiro em Serra Talhada. Foto: Licca Lima/Farol

Revelando que gostaria de “deixar uma marca” positiva na educação serra-talhadense, a prefeita Márcia Conrado aproveitou o encontro com a governadora Raquel Lyra para alfinetar a gestão Luciano Duque.

Discursando ao lado de Raquel, em evento no último dia 5 de de fevereiro, em Serra Talhada, Márcia voltou a repetir que havia encontrado escolas de taipa e sem banheiro funcionando na zona rural de Serra Talhada.

Veja também:   CMST aprova projeto que mexe com servidores

“Não entrava no meu coração ter escola [na zona urbana] com ar-condiconado e 12 salas de aulas, com quadra, e na zona rural ter escola de taipa, escola sem banheiro”, lamentou a prefeita.

Receba as manchetes do Farol em primeira mão pelo nosso whatsapp (clique aqui)

Apesar da alfinetada na gestão do seu ex-aliado, Márcia não citou Luciano Duque diretamente. E disse que iria continuar investindo pesado na melhoria da educação da Capital do Xaxado.

“Assim foi com os fardamentos, assim foi com o olhar às estruturas das escolas de forma igualitária”, enfatizou Márcia, reforçando que investiu R$ 500 mil numa escola da zona rural e R$ 2 milhões em outra.

Veja também:   Folião ainda tem muita festa em ST e região

Essa é a segunda vez que a prefeita volta a citar a existência de escola de taipa advinda da gestão passada.