Mulher morre intoxicada após beber 2 litros de água em 20 minutos

Da Folha de PE

Mulher de 35 anos morre por intoxicação após beber 2 litros de água em 20 minutos no estado de Indiana, nos EUA. Ashley Summers passava um dia de verão no lago com a família, quando começou a sentir tontura e dor de cabeça, sintomas comuns de desidratação, mas nenhuma quantidade de água conseguiu saciar sua sede. Por isso, ela ingeriu o equivalente a quatro garrafas de 500 ml.

Ao voltar para casa, Ashley desmaiou na garagem depois de sofrer um inchaço cerebral. Encaminhada ao hospital, os médicos a diagnosticaram com intoxicação por água, chamada de hiponatremia, causada pelo excesso de água no corpo e pouco sódio. A mãe de dois filhos nunca mais recuperou sua consciência.

Devon Miller, irmão da vítima, não conseguiu acreditar quando ouviu sobre a condição da sua irmã. Ao jornal britânico Daily Mail, ele diz que todos da família ficaram em choque porque não conheciam sobre esse tipo de intoxicação.

Veja também:   Moradores de bairro de ST estão sem água há 12 dias

“Ela apenas sentiu que não conseguia água suficiente. Quando eles deixaram o banco de areia para chegar ao cais, foi um passeio de barco de cerca de 20 minutos” relata Devon.

Qual é o limite do corpo humano para ingestão de água?
É muito comentado sobre a necessidade de beber dois litros de águas por dia, mas novos estudos sugerem que essa quantidade pode ser excessiva para a maioria das pessoas. Desta forma, de 1,5 a 1,8 litros por dia, pode ser o suficiente.

Por outro lado, alguns especialistas afirmam que a quantidade de água necessária varia de acordo com o tamanho do corpo, temperatura externa, quantidade de suor e condições gerais de saúde. Segundo o nefrologista Joel Topf, professor clínico assistente de medicina na Oakland University em Michigan, em entrevista do The New York Times, a maioria das pessoas jovens e saudáveis precisa beber água apenas quando estiver com sede.

Veja também:   Senadora confronta Trump com teste de DNA

Em casos de pessoas com condições de saúde ligadas à hidratação, como pedras nos rins ou uma doença renal policística autossômica dominante, mais rara, elas podem se beneficiar ao fazer um esforço para beber um pouco mais de água do que a sede vai exigir.

Criança foi internada com intoxicação por água

Um menino de 10 anos foi internado às pressas, após beber seis garrafas de água em apenas uma hora, nos Estados Unidos. Ray Jordan, que brincava com os primos, foi levado ao Prisma Health Children’s Hospital em Columbia, na Carolina do Sul, com um quadro de intoxicação por consumo excessivo de água.

Veja também:   Segurança ateia fogo em pessoas em creche; 4 crianças e professora morrem

De acordo com os pais do menino, que deram entrevista à TV americana, fazia muito calor e Ray estava correndo pela casa e pulando em uma cama elástica no quintal. Ao se sentir cansado, ele foi à cozinha para beber água, mas os pais não notaram a quantidade que ele havia bebido.

Algum tempo depois, o menino começou a apresentar sintomas como vômitos, confusão mental e perda de controle do movimento da cabeça e dos braços. Segundo os pais, a impressão era de que Ray estava embriagado. Diante do quadro, a criança foi levada às pressas ao hospital.