'Ou se trata pobre como o rico ou não me interessa', diz pré-candidato em ST

O médico e pré-candidato a prefeito pelo Psol, Luiz Pinto, desabafou durante entrevista ao Programa do Farol no YouTube sobre a sua intenção em disputar a Prefeita de Serra Talhada.

Falando em tom enérgico, Pinto disse que “ou se trata pobre como o rico [no serviço público em Serra Talhada] ou não me interessa”.

Receba as manchetes do Farol em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

Eu sou médico particular, uma vez me perguntaram: Doutor, o senhor não gosta de pobre não? Porque só atender particular?”, contou.

Veja também:   Sem conseguir colocar o carro na garagem há um ano, morador reclama de rua esburacada em ST

“Eu disse: Eu gosto tanto do pobre que eu não admito ver no serviço público – como já fui convidado a ir para o serviço público – e ouvir: doutor, vou pagar R$ 9 mil a você numa tarde. Você atende das 13h às 17h 60 pessoas. E que digo: 60? Só se for de 2 em 2 minutos? A minha consulta é de uma hora!”.

Após defender que pobres e ricos devem ter o mesmo tratamento seja no SUS seja na rede privada, Luiz Pinto aconselhou possíveis propostas de cooptação:

Veja também:   Governo fará um novo acesso ao Bom Jesus

“Guarde seu emprego seja na UPA, no Hospam, nem prefeitura, eu não quero! Eu continuo pagando meus boletinhos, não fiquei rico com medicina.”

VEJA O TRECHO DA ENTREVISTA ABAIXO