Sem diálogo com o governo Márcia, mães fazem protesto em desfile
Foto: Licca Lima/Farol de Notícias

A segunda-feira (6) foi marcada pelas comemorações do 173 anos de emancipação politica de Serra Talhada, mas também pelo protesto das mães de crianças com microcefalia.

As genitoras Natália Soares (mãe de Elisa) e Daniella Campos (mãe de Artur) explicaram ao Farol que o protesto se deu pela falta de diálogo com o município.

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

“A gente precisa de resposta da Prefeitura de Serra Talhada. A gente tentou falar com o setor de licitações, com os assessores dela [Márcia] e ninguém deu acesso a ela. Ontem, a gente pegou na mão dela e ela disse “Quando eu puder, eu falo com vocês”. Mas, nossos filhos não esperam, a fome não espera, a necessidade deles não espera. Nós temos que brigar pelos direitos de nossos filhos” exclamaram as mães.

Veja também:   Quatro alunos e uma professora são assassinados em escola do Camarões

Sem diálogo com o governo Márcia, mães fazem protesto em desfile

Natália e Daniella levaram as crianças e cartazes com frases que pediam respeito e melhor qualidade de vida para as crianças com microcefalia. Alguns seguranças da organização do evento e guardas municipais tentaram evitar a reivindicação, mas não obtiveram sucesso. As mães chegaram até a frente do palco e falaram diretamente à Márcia Conrado.

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol de Notícias pelo Instagram (clique aqui)

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Serra Talhada – Sintest também organizou uma manifestação para o desfile. Entretanto, não foi registrado nenhuma movimentação de professores.

Veja também:   Salário mínimo de R$ 1.320 começa a valer hoje

Sem diálogo com o governo Márcia, mães fazem protesto em desfile

Veja mais

Mães falam sobre a vivência de filhos com microcefalia em ST