Sintest dialoga com vereadores e rejeita reajuste 'vergonhoso'
Presidente do Sintest – Veraluza Nogueira

Nesta quarta-feira (17) a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Serra Talhada (Sintest) sentará com os vereadores para uma rodada de negociações.

De acordo com a presidente Veraluza Nogueira, após o envio do ofício, a Câmara irá receber o sindicato para tentar entrar em consenso.

A pauta diz respeito ao Projeto de Lei 001/2024, do Poder Executivo, que sugere o reajustede toda a categoria da educação para 3,62%.

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão (clique aqui)

“É uma negociação para a gente falar desse projeto de lei, às 11h na Câmara. A diretoria do Sintest e os vereadores vamos tentar chegar em um reajuste que não seja tão vergonhoso. Os professores bem não estão, mas o pior de tudo são as outras categorias. Queremos melhores salários para todas as categorias”, comentou Veraluza Nogueira.

Veja também:   Homem de 29 anos é morto a tiros nesse domingo no Sertão de Pernambuco

PROPOSTA DO GOVERNO

De acordo com a prefeita Márcia Conrado, por lei ela deveria conceder o reajuste apenas para os professores, mas solicita que todos os servidores seja beneficiados.

Já para o sindicato, o ideal seria um aumento de pelo menos 15% nos salários dos profissionais da educação municipal.

VEJA O PROJETO DE LEI

Projeto de Lei n 001/2024

LEIA A NOTA DO SINTEST

Aos vereadores da Câmara Municipal de Serra Talhada – Nota Sintest