Publicado às 19h30 desta sexta (22)

O programa marcou também o reencontro entre Giovanni Sá e João Daniel

A TV Farol durante o programa Falando Francamente com Giovanni Sá entrevistou, esta semana, o empresário João Daniel, da Cedan Rações, que anunciou um importante projeto de ampliação da empresa no município, com expectativa de gerar até 150 empregos diretos. Uma nova fábrica da Cedan deverá ser construída onde atualmente está desativado o antigo matadouro, próximo ao bairro Bom Jesus. O projeto depende da doação do espaço pelo município para que uma indústria de alimentos úmidos, com produção de molho de rações em lata, entre outros produtos, seja instalado no lugar.

“Nós fizemos reunião com nossa prefeita Márcia e com o vereadores para mostrar o projeto de expansão da segunda linha em Serra Talhada. A Cedan tende a dobrar a capacidade produtiva de Serra Talhada, se você for ver ali onde irá funcionar o anel viário depois do Cristo [no Alto do Bom Jesus], hoje já se vê o congestionamento de carreta. A Cedan não tem para onde crescer em Serra Talhada, não tem para aonde ir, temos que ampliar e o espaço primordial para a gente é do antigo abatedouro que está do lado. Foi feita uma proposta para a prefeita para se tirar um problema e a Cedan vem para resolver esse problema”, disse João Daniel.

Veja também:   Filha é presa após golpe estimado em R$ 725 milhões contra mãe

SERRA EXPORTANDO PARA O SUL E ARRECADAÇÃO FICA

Com o fechamento do antigo abatedouro, há denúncias de que o ambiente vem sendo utilizado para uso de drogas. João Daniel detalhou que teve reunião com a prefeitura e vereadores sobre o assunto e promete urbanizar e melhorar a área com a instalação da nova fábrica. O projeto sendo aceito, além dos empregos que irá gerar, a arrecadação do município deverá dar um salto, porque a fábrica irá exportar para filias da Cedan no Sul do país.

“O espaço está ocioso [do antigo abatedouro] e termina sendo invadido para uso de drogas, para uso ilegal. Entramos pela forma da lei mostrando a ela [Márcia Conrado] e aos vereadores. Nessa minha ida para o Paraná e São Paulo eu vi que aqui em Serra Talhada cabe uma fábrica de alimentos úmidos. Serão três fábricas numa só trazendo para Serra nós vamos mandar para o Sul do país produzido aqui em Serra Talhada e os empregos mantidos aqui, a gente irá capacitar, e gerar entre 100 e 150 empregos diretos”.

Veja também:   Polícia Federal fala em agiotagem, pistolagem e lavagem de dinheiro em ST

BOA RECEPTIVIDADE DA PREFEITA MÁRCIA 

Indagado sobre a receptividade da Prefeitrua, diante uma proposta geradora de emprego e arrecadação para a cidade, João Daniel disse que a prefeita Márcia Conrado deu sinal positivo. “A prefeita Márcia é um espetáculo, é a parte boa do PT, Márcia funciona e tem tudo para ficar na história de Serra Talhada. E vai ficar! Vai passar pela Câmara [de Vereadores], acredito que todos os vereadores irão [apoiar], tem que ser doação porque banco nenhum financia se o terreno não for meu. Em trocar [a Cedan dará] a geração de empregos [entre 100 e 150] e o faturamento da cidade vai dobrar, o ICMS volta para Serra Talhada e firmando o compromisso das duas fábricas que eu abrir lá no Sul do país serem filiais de Serra”.

Veja também:   Serra retoma obras do Mais Pavimentação

Márcia em reunião com João Daniel; projeto irá para a Câmara Municipal; expectativa é pela aprovação sem votos contra

SAIBA TODOS OS DETALHES SOBRE O PROJETO NA TV FAROL