Perícia dirá se jovem foi queimada viva em Serra Talhada
Foto: Reprodução / Redes Sociais

A jovem encontrada morta nesta quinta-feira (4) em Serra Talhada foi identificada pela Polícia Civil como o 1º homicídio de 2024.

A vítima era Alexandra Carla Alves, de 19 anos, natural de Serra Talhada, mas morou parte da vida em São Paulo.

O corpo foi encontrado em um terreno, entre o Hospital Eduardo Campos (HEC) e um estabelecimento comercial do ramo de construções.

Farol apurou que não havia nenhuma denúncia do desaparecimento em busca da vítima.

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão (clique aqui)

Veja também:   Ventania arrasta telhados e árvores em bairros de ST

A reportagem do Farol de Notícias apurou junto a Polícia Civil que a hipótese de que o crime tenha envolvimento com o tráfico de drogas na cidade não está descartada, de acordo com o delegado municipal, Assis Moreira.

“Preliminarmente, não vejo o crime como feminicídio, mas sim homicídio. Quanto ao (s) suspeito(s) e o motivo não podemos dar maiores detalhes. Só a perícia pode dizer se a vítima foi queimada viva”, analisou o chefe de polícia.

VEJA MAIS

Corpo encontrado às margens da 232, em Serra Talhada

PC revela detalhes da suspeita do 1° homicídio de 2024 em ST