Você escova a língua? Veja os 4 ricos de infecção bacteriana se não tiver o hábito
Raspagem e a escovação da língua podem melhorar o odor do hálito – Foto: Freepik

Por Folha de Pernambuco

O hábito de escovar os dentes todos os dias é bem disseminado na sociedade. Mas e escovar a língua? Ela é o refúgio ideal para bactérias, partículas de alimentos e células mortas ficarem escondidos, o que a torna um terreno fértil para a formação de placas ou saburra lingual, responsáveis pelo mau hálito.

De acordo com a dentista Deepa Vakil, da clínica da Yor Dental, no Reino Unido, a cavidade oral também serve como porta de entrada para patógenos, ou seja, agentes biológicos que causam doenças.

— Negligenciar a higiene da língua pode comprometer os mecanismos naturais de defesa da boca, aumentando potencialmente a suscetibilidade a infecções orais e outras doenças — afirma, em entrevista ao jornal The Mirror.

A negligência de uma limpeza cuidadosa e diária da região possibilita que as bactérias se proliferem, contribuindo principalmente para a formação das placas branco amareladas, também conhecidas como saburra lingual. Esta, é composta de células velhas, restos de comida e bactérias.

As bactérias na língua produzem compostos voláteis de enxofre, causando mau hálito. Caso não sejam removidas, pode resultar em mau hálito persistente, também conhecido como halitose. Este excesso, que se espalha pela boca, também influencia na formação de cáries, as quais são a formação de placas duras nos dentes por bactérias.

Veja também:   Brasil está em busca da primeira vacina "anticocaína"

Glossite

A infecção da própria língua (podendo ser por bactérias, vírus ou fungos), chamada glossite, causa inchaço, dificuldade para falar e mudança na cor.

Gengivite

Outro risco aliado à má saúde da boca, por falta de escovação da língua, é a infecção chamada gengivite ulcerativa necrosante aguda (GUNA), causada pelo crescimento anormal da quantidade de bactérias. Ela causa dor intensa e, em alguns casos, gera um extremo mau hálito.

Periodontite

A periodontite é uma infecção bacteriana que atinge os tecidos, ligamentos e ossos dos dentes. E pode destruir o osso do maxilar. Além disso, as gengivas mal cuidadas tem sido associadas a problemas de saúde sistêmicos, como doenças cardiovasculares e diabetes.

Veja também:   PMST demite quase 400 pessoas e vereador 'abre o jogo'

Fio dental também é essencial

Além da escovação da língua, seja com raspadores específicos ou a própria escova, outro hábito essencial é passar o fio dental para se livrar dos alimentos presos nas fendas do dentes. A combinação das duas coisas (junto ao cuidado com os dentes), aliada a consistência, pode garantir uma boca mais limpa e saudável.