Publicado às 05h30 desta sexta-feira (18)

Farol com informações do Blog do Nill Júnior

Os bancários de Pernambuco suspenderam a paralisação de 24h das atividades, marcada para esta sexta-feira (18), como forma de cobrar dos governantes a inclusão da categoria como prioridade na vacinação contra a Covid-19. Na tarde desta quinta-feira (17), a Câmara dos Deputados concluiu a votação do Projeto de Lei 1011/20, que estabelece prioridade para novos grupos dentro do plano de vacinação contra a Covid-19, onde incluiu os bancários no grupo de prioritários.

Além disso, uma reunião com o governador Paulo Câmara e o diretor da Fenaban, Adauto Duarte, articulada pelo deputado federal Carlos Veras, aconteceu na noite desta quinta-feira. Nessa quinta-feira (17), durante o programa o Programa Falando Francamente, no TV Farol (assista aqui) Constância Pereira, Diretora Sindical dos Bancos Privados do Sertão e Rubens Nadiel, Diretor Regional do Sindicato dos Bancários, comentaram a necessidade de vacinar cerca de 170 bancários em Serra Talhada.

Veja também:   Vereador chega a ST para debater uso da maconha

VEJA A ENTREVISTA

”Serra Talhada foi a primeira que o Sindicato dos Bancários enviou ofício com o requerimento porque na data 4 prefeituras já tinham vacinado os bancários, então, porque Serra Talhada não iria vacinar? Tivemos uma reunião via Zoom com a prefeita [Márcia Conrado] e viemos com uma briga muito forte e a gente já subiu essa briga a uma instância e aguardamos novidade para que os bancários de Serra Talhada, no Sertão e de todo Pernambuco, através dessa instancia que a gente adquiriu e se tudo der certo para conseguir nossa vacina”, explicou Constância”, disse continuando:

Uma das razões para o fechamento dos bancos em Serra Talhada é o falecimento do bancário Felipe Veras, dia 30 de maio, vítima de Covid-19 (relembre aqui), fato lembrando diante de muita emoção durante a entrevista de Constância Pereira e Rubens Nadiel.

Veja também:   Músicos, amigos e familiares dão adeus a Naldinho em ST

REUNIÃO COM O GOVERNADOR

Segundo informações da diretora dos bancos privados do Sertão, Constância Pereira, o governador foi solicito com o pedido da categoria e pediu que fosse providenciado pelos gerentes das agências bancárias do estado, um ofício com a quantidade de colaboradores de cada agência, para ser analisado o quantitativo de doses de vacinas que serão necessárias para imunizar os trabalhadores da categoria.

Ainda segundo Constância, após assembleia realizada nesta noite ficou decido manter o estado de greve e caso a categoria não seja atendida, após os gerentes providenciarem os ofícios pedidos pelo governador, os bancários irão decretar greve e não mais paralisação.