Bebê serra-talhadense com covid deixa a UTIPublicado às 14h40 desta quinta-feira (14)

Após mais de 30 dias na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Oswaldo Cruz, em Recife, o bebê serra-talhadense positivado com covid-19 em meados de março, deixou finalmente a unidade para uma enfermaria.

Ele vai terminar o tratamento ao lado da mãe, uma corajosa adolescente residente no bairro Borborema, que não saiu do lado do filho um minuto sequer. Na noite dessa quarta-feira (14) a reportagem do Farol conversou com a mãe, por telefone, e registrou um depoimento emocionado da genitora.

Veja também:   Tóquio sofre terceiro terremoto em quatro dias

“Estou muito feliz porque o meu filho vai deixar a UTI e vai pra enfermaria, muito feliz. Agora só penso em vê-lo e voltar pra casa. Quero voltar pra casa”, disse a mãe, lembrando que o filho completou aniversário de 4 meses dentro da UTI.

TRAJETÓRIA DE DOR

Desde que  o filho foi acometido pelo covid-19, tanto os pais do bebê, como os avós, foram alvos de críticas e até preconceitos nas redes sociais. Muitos especulavam que o casal também teria sido infectado. Na época, a mãe fez um desabafo para o Farol.

Veja também:   Agora no PTB, desafio de Nena Magalhães é trabalhar na recomposição do grupo político

“Eu ainda não fiz teste ainda, mas vou fazer para calar a boca de muitos, porque não estou sentindo nenhum sintoma. A família do pai dele me ajudou quando foi para vir [a Recife], mas não tem ninguém ajudando a minha mãe. [A população] Só sabe julgar, julgar e julgar”, disse na época.

Segundo a mãe, ela e seu marido, não foram positivados. No entanto, não há previsão de retorno para Serra Talhada.

Leia também:

Mãe do bebê serra-talhadense faz desabafo

 

Veja também:   Duque desafia que apontem quem ganha sem trabalhar no governo